segunda-feira, 7 de março de 2016

Livros nacionais que vocês precisam ler!


Imagem, créditos.

Olá leitores, como estão? Espero que bem. Estou tentando me adaptar com minha nova rotina de trabalho/escola, mas é bem difícil, todos os dias eu chego morta de cansada em casa. Pra vocês terem uma noção, li apenas um livro esse mês, por isso a escassez de posts no blog.

Enfim, hoje vim trazer algumas sugestões de livros nacionais que eu li e gostei muito e acredito que vocês devem ler. “Mas Bianca, por que livros nacionais?”. Simples, a literatura nacional é muito pouco valorizada e eu achei interessante indicar alguns livros dos nossos escritores brasileiros aqui no blog. Espero que gostem.


Sinopse: Imagine que você descobre que seu pai é um rei. Isso mesmo, um rei de verdade em um país no sudeste da Europa. E o rei quer levá-la com ele para assumir seu verdadeiro lugar de herdeira e futura rainha…Foi o que aconteceu com Ana. Pega de surpresa pela informação de sua origem real, Ana agora vai ter que decidir entre ficar no Brasil ou mudar-se para Krósvia e viver em um país distante tendo como companhia somente o pai, os criados e o insuportável Alex.


Li esse livro a um tempinho e gostei muito, apesar de não se passar no Brasil a personagem é brasileira e a autora é nacional. Então temos algumas referências brasileiras ao meio da leitura. Pra quem quiser saber um pouco mais sobre o livro é só ler a resenha que fiz clicando aqui.
Sinopse: Téo é um solitário estudante de medicina que divide seu tempo entre cuidar da mãe paraplégica e examinar cadáveres nas aulas de anatomia. Durante uma festa, ele conhece Clarice, uma jovem de espírito livre que sonha tornar-se roteirista de cinema. Ela está escrevendo um road movie sobre três amigas que viajam em busca de novas experiências. Obcecado por Clarice, Téo quer dissecar a rebeldia daquela menina. Começa, então, uma aproximação doentia que o leva a tomar uma atitude extrema.

Ok, vocês já devem estar enjoados de eu sempre indicar livros do Raphael Montes, mas é porque ele escreve realmente muito bem. E “Dias Perfeitos” é meu livro favorito do autor e acho que todos deveriam ler. Ele tem uma genialidade e uma escrita maravilhosa, de tirar o fôlego, e eu quero ler tudo e qualquer coisa que esse cara escrever.



Sinopse: Elas fazem tudo por uma boa aventura. As inseparáveis Manu, Gabi e Ritinha, protagonistas do primeiro livro de Thalita Rebouças, Tudo por um pop star, estão de volta no lançamento Tudo por um feriado. Dessa vez, o trio parte rumo à mineira Porto das Rosas, para aproveitar o feriado de Carnaval descansando e celebrando a amizade no sítio da avó de Suzaninha, nova amiga feita em Tudo por um namorado. Mas o que era para ser um feriado tranqüilo quase virou um desastre. Quase. Afinal, o bom humor de Thalita Rebouças e o alto-astral de suas personagens transformam todos os imprevistos da viagem numa verdadeira diversão.


Esse livro é voltado para um público mais jovem e foi um dos grandes responsáveis por fazer meu amor pela leitura começar. Se eu não me engano, li esse livro mais de 15 vezes, a linguagem é leve e os personagens são muito divertidos. É ótimo para pré-adolescentes de 11 anos para cima, que foi a idade em que li.

Sinopse: "Mas quantas e quais são as coisas que dizemos depois de consultar o coração? Um punhado de essência, um milhão de desejos, um infinito de verdades? Pra onde vai e de onde vem tudo aquilo que nos importa, esse tudo que é grande e traduzido pelas palavras que não cabendo no peito, transbordam corpo, alma e nossas certezas? Minha suspeita: da boca pra dentro.

Não sou muito fã de crônicas, mas quando recebi esse livro fiquei muito curiosa para ler  e posso afirmar: ele é maravilhoso. Simplesmente muito inspirador, com frases que irão esquentar seu coração e te fazer refletir. A autora é do Rio de Janeiro e também há algumas referências desse estado maravilhoso. Que inclusive necessito muito conhecer (fica a dica para alguém que mora por aí e quiser me hospedar na sua casa, rs).



Sinopse: Entre abril e maio de 1993, Renato Russo passou vinte e nove dias internado numa clínica de reabilitação para dependentes químicos no Rio de Janeiro. Durante esse período, o músico seguiu com total dedicação os Doze Passos, programa criado pelos fundadores dos Alcoólicos Anônimos, que incluía um diário e outros exercícios de escrita. É este material inédito que vem à tona depois de mais de vinte anos em Só por hoje e para sempre, graças ao desejo de Renato de ter sua obra publicada postumamente. 

E por último, mas não menos importante, o livro do meu querido Renato Russo. Eu ainda não tenho palavras para descrever o que senti lendo essa obra e não vou me estender muito por aqui, a resenha dele tem aqui no blog e para conferir basta clicar aqui.



Esses são só alguns livros de alguns autores nacionais que eu gosto, existem muitos outros. Pra quem gosta de conhecer autores novos, eu recomendo muito o aplicativo Wattpad, é ótimo e existem milhares de histórias inéditas.

Até mais.



quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Resenha: Só por hoje e para sempre, por Renato Russo + Sorteio


Livro: Só por hoje e para sempre;
Autor(a): Renato Russo;
Páginas: 168;
Ano: 2015;
Editora: Companhia das letras;
ISBN: 9788535926095.

Sempre gostei muito da banda Legião Urbana, suas letras intensas e a voz tranquila do Renato Russo sempre me fizeram escutar suas músicas no dia-a-dia. Quando esse livro lançou fiquei  na curiosidade pra saber um pouco mais sobre o líder da banda. Eis que tive a oportunidade de ler e foi um dos melhores livros da minha vida.

Só por hoje e para sempre era um diário do próprio Renato Russo de quando ele estava em uma clínica de reabilitação no período de um mês, mais ou menos. Nesse diário temos relatos do seu dia, de algumas atividades que eram propostas aos dependentes químicos e muitos, muitos pensamentos de Renato.

Antes de falar um pouco sobre a escrita, eu gostaria de dizer que pra quem ler (ou se já leu) esse livro, não leve o que está escrito nele como uma verdade absoluta do cantor. Esses relatos são de somente um mês que ele estava em abstinência das suas drogas e ele não foi a vida inteira daquele jeito. Então leiam com a cabeça aberta de quem nem sempre foi assim.


Pois bem, Renato Russo era uma pessoa muito intensa, que sentia demais e pensava muito pra frente de seu tempo. As emoções que ele tinha eram muito fortes e acredito que isso tenha o levado á depressão. Ele não entendia o porque do mundo ser tão cruel e acontecer tantas atrocidades e isso tocava fundo na sua alma, como ele deixou transparecer nas suas escritas.

Eu nunca imaginei que ele era assim, claro que com suas composições dá pra ter uma noção, mas ele se cobrava muito o tempo todo. Muitas vezes era estressado e acabava fazendo e falando o que não devia. Ele sofria por amor como qualquer pessoa romântica sofre e o mais importante de tudo: ele queria sair daquela vida desgraçada e ser apenas feliz.


É tantas coisas que esse livro me passou que em palavras eu não consigo expressar tudo. Quem me conhece sabe que  dificilmente eu choro lendo um livro, mas com esse foi diferente, é real e doloroso, acontece isso com as pessoas a nossa volta todos os dias e nem nos damos conta. Essa leitura abriu meus olhos pra muitas coisas, uma delas é prestar mais atenção aos nossos familiares, as vezes eles estão passando por problemas e nem percebemos, pois estamos ocupados demais nos importando com coisas fúteis ou com nós mesmos.

Tenho que dar meus parabéns á editora, que preservou as abreviações do cantor, que fez uma diagramação INCRÍVEL, com fonte azul marinho e destaque para algumas frases, além de ter deixado alguns desenhos que Renato fazia em seu caderno. Não vejo a hora de mais livros assim serem publicados (sim, virão mais pela frente).


Queria transmitir tudo que senti lendo esses relatos, mas é impossível.  Até pra quem não é fã da banda ou do cantor, vale a pena. São experiências de vida, muito traumáticas na maioria das vezes, que são contadas e que vão tocar bem no fundo do seu coração.

Gostaria tanto que vocês lessem esse livro que estou fazendo um sorteio dele, bem básico para todos poderem participar e um sortudo levar para casa essa história linda de muita luta pela vida. O sorteio é bem simples, basta colocar apenas o e-mail para contato, as outras opções são opcionais que te darão mais chances de ganhar um exemplar.

É isso leitores, espero que todos participem e tenham gostado do mini sorteio que preparei pra vocês.
Até mais.

Classificação:




a Rafflecopter giveaway

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

PROMOÇÃO: 1º Aniversário do blog Meu Epílogo


Olá leitores, tudo bem?
Hoje é um dia muito especial, o blog Meu Epílogo da nossa querida Tamires está completando um ano de existência, uhu!
E para comemorar essa data tão especial, a Tami junto com alguns blogs amigos e parceiros resolveu criar essa super promoção para nossos leitores. São dois kits recheados de livros e marcadores, tenho certeza que vocês vão amar!

Regras:

  • As inscrições para o sorteio terão início dia 16/02/2016 e terminarão às 23:59 do dia 16/03/2016. 
  • Os participantes devem ter endereço de entrega válido em território nacional. 
  • Os participantes devem preencher todas as regras obrigatórias do formulário Rafflecopter. 
  • Quando todas as regras obrigatórias forem preenchidas, o formulário Rafflecopter irá abrir as regras opcionais, ou seja, você preenche se quiser e quantas quiser. Mas é bom lembrar que quanto mais opções você preencher, mais vezes seu nome entrará no sorteio e mais chances você terá de ganhar! ;)
  • O sorteio será realizado no dia 17/03/2016 e os vencedores serão anunciados em até cinco dias úteis.
  • Os vencedores terão 48 horas para responder o email de contato. Se não houver resposta, outro sorteio será realizado.
  • Cada blogueiro e autor terão até 45 dias úteis para enviar o seu respectivo prêmio aos ganhadores. 
  • Os participantes ficam cientes, no momento da inscrição, que os prêmios serão enviados por pessoas diferentes e em dias diferentes. Sendo assim, o recebimento de todos os prêmios não será no mesmo dia, e sim ao longo dos 45 dias úteis estipulados acima.
  • Os blogueiros e autores não se responsabilizam por extravios, danos e perdas por parte dos Correios.





Desejo uma boa sorte á todos!
Até mais.



sábado, 13 de fevereiro de 2016

Impressões sobre o conto: Miguel & Manuela, de Tony Lucas


Primeiramente eu gostaria de ressaltar que é a primeira vez que faço a resenha de um conto aqui no blog. Minha falta de experiência talvez deixe vocês confusos, mas espero que consigam captar a mensagem que quero passar do livro (mudei o nome do quadro pra diferenciar quando estou falando de um livro e quando é um conto).

O conto fala sobre Miguel e Manuela, dois brasileiros que se conheceram através de um comentário em um vídeo da banda MS MR no youtube, no qual era a banda favorita de ambos. Como é de costume, eles viram amigos virtuais a partir daí, sempre trocando mensagens e ligações.

A narrativa se passa entre o passado e presente, onde o passado é desde o momento do comentário até alguns dias antes deles se conhecerem, e o presente é no dia do grande encontro.

Bom, não irei falar muito sobre a história para não estragar a experiência de vocês. Posso afirmar que o conto trás problemas reais que passamos nas nossas vidas e até nos da uma lição de moral: não devemos tirar conclusões precipitadas. Outra coisa que preciso mencionar é a escrita do Tony, leve e fluída, onde lemos o conto inteiro em apenas alguns minutos e nem vemos o tempo passar. Os personagens têm suas próprias características nítidas, e sem dúvidas a Manuela me conquistou pelo seu jeitinho diferente e descontraído de ser.

A única coisa que tenho que ressaltar é que a história é previsível e talvez se torne clichê. Mas a leitura vale a pena, ainda mais quando se está lendo um livro demasiado “pesado”, ter um conto em mãos é sempre uma boa pedida pra quebrar o gelo.

Se vocês se interessaram por "Miguel & Manoela" é só acessar o blog The Tony Lucas Blog para mais informações.

Confira o book trailer:


Até mais.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Resenha: Naomi & Ely e a lista do não beijo, por David Levithan e Rachel Cohn

Livro: Naomi & Ely e a lista do não beijo;
Autor(a): David Levithan e Rachel Cohn;
Páginas: 256;
Ano: 2015;
Editora: Galera Record;
ISBN: 9788501103123.

Desde que li Todo Dia do David Levithan, me interessei muito pelas suas outras obras literárias. Mas sempre tive aquela “preguiçinha” básica de comprar seus livros, mas posso garantir que isso mudou de agora diante.

A história é escrita por David Levithan e Rachel Cohn, uma dupla dinâmica que conseguiu criar um enredo maravilhoso em cima de uma premissa. Pois bem, Naomi e Ely são melhores amigos desde que se conhecem por gente. Ely é gay. Naomi é apaixonada por Ely. E posso afirmar que é por aí que a trama já começa. Se não bastasse isso, ainda existe “a lista do não-beijo” onde eles colocam pessoas que os dois se interessaram e gostariam de ter algo a mais, mas como eles são amigos, fazem essa lista para saber que essas tais pessoas eles não podem ter nenhum tipo de caso. Deu para me entender? Porém, além de Ely ser gay, ele beija o namorado de Naomi e é aí que as coisas começam a ficar mais tensas e faz com que o leitor se prenda a história do começo ao fim.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Livros para dar boas risadas

Imagem retirada do We Heart It, todos os créditos para a autora.

Olá leitores, tudo bom?
Gosto muito de ler diversos gêneros literários, é sempre bom estar intercalando outros tipos de leituras das que estamos acostumados a ler sempre. Porém eu raramente dispenso um livro mais leve e que seja engraçado. Acho essencial lermos esses tipos de livros para nos descontrairmos mais da vida, sabe? As coisas são tão sérias sempre, trabalho, estudo, família e as vezes nos esquecemos que rir é muito bom e faz bem pra alma.

Livros clássicos e escolares são importantes, mas os mais leves estão aí pra quando estamos com a cabeça pesada de tudo e de todos. Tenho certeza que se vocês lerem algum desses livros, vão esquecer um pouquinho da vida monótoma e muitas vezes chata, mas é o que basta para melhorar (e muito) o seu dia.

Nesse post eu resolvi trazer alguns livros que são na sua maioria engraçados. Vem comigo!

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Resenha: Muito mais que cinco minutos, por Kéfera Buchmann

Livro: Muito mais que cinco minutos;
Autor(a): Kéfera Buchmann;
Páginas: 144;
Ano: 2015;
Editora: Paralela;
ISBN: 9788584390113.

Antes de tudo, quero deixar claro que a resenha aqui é do livro da Kefera, em nenhum momento irei falar dela como pessoa e sim do que ela escreveu e que não me agradou.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Sobre a série que tirou meu sono


Olá leitores, como estão?

Sempre quis expandir um pouco mais os assuntos do blog e falar também de séries e filmes. Porém, não tenho assistido á muitos filmes ultimamente, estou mais viciada em séries. E hoje eu vim conversar com vocês sobre a série que tirou meu sono (literalmente) e que mexeu com todas as minhas estruturas emocionais.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Resenha: À procura de Audrey, por Sophie Kinsella

Livro: À procura de Audrey;
Título original: Finding Audrey;
Autor(a): Sophie Kinsella;
Páginas: 334;
Ano: 2015;
Editora: Galera Record;
ISBN: 9788501104632.

Fiquei um tempo pensando se escreveria ou não a resenha desse livro, já que não é segredo pra ninguém que a Sophie Kinsella é minha autora favorita, então talvez o que eu disser aqui tenha um pouco de influência, ou não.

A autora desse livro, sempre escreveu chick lits, que são na maioria das vezes minhas leituras favoritas, com muitas doses de bom humor. Eis que em 2015 ela resolveu se arriscar no mundo do YA, e posso dizer com convicção que ela ARRASOU.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Dicas para quem quer começar a ler


Olá leitores, como vocês estão? Espero que bem, sinto que esse ano vai ser o ano das conquistas, não sei por que, mas estou com essa sensação.

Enfim, hoje resolvi vim trazer um post para quem está entrando no universo literário. É claro que se você acompanha o blog, já lê bastante, mas as vezes temos aqueles amigos ou parentes que querem ler mas acha chato. Esse post é exatamente para essas pessoas. Então senta aí que vou tentar te convencer que a leitura é muito mais do que parece.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Resenha: Cinderela Pop, por Paula Pimenta

Livro: Cinderela Pop;
Autor(a): Paula Pimenta;
Páginas: 160;
Ano: 2015;
Editora: Galera Record;
ISBN: 9788501103581.

Hoje trago a resenha de um livro para passar o tempo e ler em uma “sentada” só. Venham comigo conferir a resenha de Cinderela Pop da autora Paula Pimenta.

Cinderela Pop conta a história de Cintia, uma garota que acaba de passar por um transtorno horrível em sua família. Seus pais se separaram e ela não sabe lidar muito bem com isso (até porque o motivo da separação é bem traumático). Desde então, ela mora com sua tia, já que sua mãe vai morar no Japão á trabalho e Cintia não ousa nem olhar para a cara de seu pai. Ela também trabalha como DJ em algumas festas a noite, porém só trabalha até a meia noite, já que é menor de idade e não pode ficar na rua até tarde (por isso o título e a capa do livro).